PT
PT
EN


A Câmara Municipal do Porto, por deliberação da Assembleia Municipal, de 8 de julho de 2019, designou a Porto Vivo, SRU como entidade gestora da Operação de Reabilitação Urbana de Campanhã-Estação


O território da ARU de Campanhã-Estação concentra problemas habitacionais, de degradação física, de dinamização económica e de exclusão social, mas também um conjunto diversificado e particularmente significativo de potencialidades de transformação urbanística e de revitalização urbana que, uma vez concretizadas, contribuirão de forma relevante para a dinamização da zona oriental da cidade, da cidade no seu conjunto e da área Metropolitana do Porto.


O limite da ARU de Campanhã-Estação é definido a norte pela praça das Flores e pela Avenida 25 de abri; a sul pela avenida de Paiva Couceiro; a nascente pela VCI e pelo tramo final da estrada da Circunvalação; a poente pelo tardoz da frente urbana da rua do Bonfim, pela travessa e pela rua das Eirinhas, pelas ruas do Monte do Bonfim, de António Carneiro, do Barão Nova Sintra, e pelo limite da linha férrea até à ponde de São João.

 

Documentos de suporte: