08/06/2022

O evento que decorreu na Alfândega do Porto, entre 6 e 8 de junho, contou com a presença da empresa municipal Porto Vivo, SRU, e teve nas Ilhas do Porto uma das principais temáticas.


O “Fórum para a Inclusão Social - Encerramento do Programa Abordagem Integrada para a Inclusão Ativa” contou com a presença de várias entidades e especialistas que procuraram dar a conhecer a realidade dos territórios mais vulneráveis da cidade do Porto.


O papel da Porto Vivo, SRU no evento centrou-se nas Ilhas do Porto, num espaço onde se apresentaram as várias problemáticas presentes nesses territórios, os modelos de intervenção e os desafios presentes. Também o projeto “Ilhas da Lomba” e o respetivo financiamento foi abordado, tendo contado com as intervenções dos vereadores do Urbanismo e Espaço Público, Pedro Baganha, e das Finanças, Atividades Económicas e Fiscalização, Ricardo Valente.


Das várias intervenções, destacou-se o projeto “Ilhas da Lomba”, um programa de reabilitação que preconiza criar pontes entre os problemas dos residentes e as respostas que existam ou possam vir a ser criadas na zona da Lomba, uma área marcada pela sua degradação habitacional e fragilidade social, no entanto, repleta de valor patrimonial e uma localização privilegiada na cidade.


Também foi apresentado durante o evento o novo livro “Ilhas do Porto: reabilitar para incluir”, coordenado por Aitor Varea Oro, e que sistematiza e orienta as possibilidades de intervenção ao nível do edificado. No livro são apresentadas propostas de atuação ao nível da habitação, que visam melhorar a qualidade de vida dos cidadãos e desenvolver a cidade de uma forma inclusiva.


Este evento procurou dar a conhecer e consciencializar os cidadãos da situação atual das zonas mais degradadas e desfavorecidas da cidade do Porto, apresentando soluções para resolver as adversidades que os moradores destas áreas enfrentam.